quarta-feira, 3 de junho de 2009

Resposta / Crítica ao Correio Popular

Resposta/crítica de uma professora à redação do jornal Correio Popular em relação à manchete sobre o dia de ontem na nossa greve


Faço o curso Correio Escola e infelizmente estou decepcionada com o posicionamento do jornal frente às publicações acerca da greve dos Servidores Municipais de Campinas.


Como pode um jornal desse porte se prestar ainda ao serviço de publicar noticias que favoreçam políticos e administrações que negam direitos básicos ao trabalhador – como neste caso, ao menos o simples repasse na inflação acumulada no ano?


Até quando vocês irão defender os políticos brasileiros? Por acaso a fama deles é de não serem corruptos? Para onde vocês pensam que vai o dinheiro que muitos políticos negam em termos de reajustes salariais para os trabalhadores?


De novo quero lembrar-lhes: qual tem sido o percurso de corrupção dos políticos brasileiros?

Tenho comparecido diariamente à greve e, apesar de realmente políticos terem subido ao palanque para nos dar apoio, o que realmente vocês deveriam noticiar constantemente é que os trabalhadores Indignados com a falta de respeito do governo do dr. Hélio têm dado Resposta nas assémbléias que acontecem diariamente, de continuarem em greve, mobilizados e unidos. Diga-se de passagem, que ela é direito dos trabalhadores.


Como podem jornalistas - que devem ter o mínimo de formação histórica brasileira - repetirem novamente as mesmas ações que nos remetem a tantas outras batalhas de injustiças, massacres e barbáries cometidas com nosso povo, se colocando sempre do lado das mãos opressoras? Por que não mostram pra população nossa união, nossa solidariedade, nossa força de trabalhador?


Eu bem já sei a resposta e todos sabem também: "é que o jornal é um patrão em pessoa!!!" como irá defender uma greve de trabalhadores, não é mesmo? E como vão ficar se os trabalhadores daí fizerem greve, não é mesmo? É que tem matéria paga, não é mesmo?


Gente simples como a gente não tem como comprar uma matéria a nosso favor, não é mesmo? Quem paga matéria é quem tem dinheiro, não é mesmo? Oportunistas são vocês que falam o que aqueles que lhe dão apoio querem - de sabe lá quais formas - : no caso políticos e empresários afortunados e influentes, não é mesmo?

Por que não vieram nos ouvir? Aí eu lhes daria a seguinte sugestão para a manchete de hoje: "servidores municipais indignados com a falta de respeito e truculência do dr. Hélio continuam unidos".


No curso correio escola eu já questionei isso. Mas, não sou ingênua não. Em já sei de tudo há muito tempo. Eu só pergunto pra não fazer papel de "boba" ou quem sabe pra converter algum jornalista ou até mesmo o dono do jornal.


Agradeço a atenção, mas preferia ter sido ouvida e respeitada lá no local de greve e nesses dias de greve.

Carmen Silvia Dias – professora da Emef Dr. João Alves dos Santos – 03/06/2009

3 comentários:

Deni disse...

Parabéns, Carmen pela coragem de expressar toda a nossa indignação à falta de compromisso e responsabilidade de uma imprensa que deveria ser investigativa e de denúncias, mas que desrespeita a população e se mostra mais uma vez, apenas como uma das mídias privadas e mercadológicas do país.
Abraço

deniedurival disse...

Carmen, você realmente é corajosa e guerreira. Orgulho-me de tê-la como companheira de greve e colega de ofício na EMEF "Dr. João Alves dos Santos". São gestos dessa natureza que enobrecem nossa combalida e desvalorizada classe de educadores.Não podemos só falar, temos que agir, temos que demonstrar para nossos alunos como é a verdadeira cidadania. Estamos juntos, colega, e iremos até o fim, unidos. Parabéns, Durival.

Jeff disse...

A Carmem e a todos os servidores em luta! Nós do Coletivo de Comunicadores Populares nos colocamos juntos com vocês nessa luta. Sabemos do poder da mídia campineira vendida aos grandes empresários e ao governo Hélio. Esperamos poder contribuir para democratizar os meios de comunicação em campinas. O texto da Carmem foi publicado em nosso site e pode ser visto aqui: http://www.camaracom.com.br/coletivo Parabéns a todos que lutam! Jeff