quarta-feira, 27 de maio de 2009

27/05/2009 - Oitavo dia de GREVE (sexto dia útil)

Durante o dia de hoje novamente os trabalhadores em GREVE estiveram reunidos no paço municipal.
No período da tarde setoriais foram realizadas com os diversos seguimentos da categoria onde novos encaminhamentos para nosso movimento foram deliberados.
Em seguida recebemos a passeata dos companheiros da SETEC que hoje aderiram ao movimento grevista e seguimos em passeata pelas ruas centrais da cidade, alertando a população para a dura realidade do serviço público municipal de Campinas, entregue a sorte nas mãos da administração de Hélio de Oliveira Santos.
Voltando para o paço a passeata foi surpreendida por uma nova mesa de negociação marcada para aquele momento. A Comissão Permanente de Negociação (CPN) ficou reunida com os representantes do governo por volta de 2 horas.
No entanto, mais do mesmo: A proposta do governo no dia de ontem era 3% agora e 2,7% em dezembro somente se a arrecadação municipal aumentasse. HOJE: A proposta do governo é 3% agora e 2,7% em dezembro independente do aumento da arrecadação.
Perguntamos: E os aposentados? E o vale alimentação? E as péssimas condições de trabalho? E a inflação de cerca de 7%?
Também queremos a nossa parte nos 56% do prefeito e sua corte.
Sendo assim...
A GREVE CONTINUA, HÉLIO A CULPA É SUA!
Programação para amanhã:
  • 7h20 - Concentração no paço municipal para as atividades do dia (NÃO FALTEM!!!!)
  • 8hs - Encontro marcado na setorial da Educação.
  • 14hs - Nova mesa de negociação.
  • 16hs - Ato Político em frente à Prefeitura Municipal de Campinas em Defesa do Serviço Público de Qualidade e do Movimento de Greve da categoria.

DESPERTAR É PRECISO - Vladimir Maiakóvski

" Na primeira noite eles aproximam-se e colhem uma flor do nosso jardim e não dizemos nada.

Na segunda noite, já não se escondem; pisam as flores, matam o nosso cão, e não dizemos nada.

Até que um dia o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua e, conhecendo o nosso medo, arranca-nos a voz da garganta.

E porque não dissemos nada, já não podemos dizer nada."

2 comentários:

marcia vicentin disse...

Estou indgnada com o que está acontecendo: o CGP pediu o nome/matricula dos funcionários em greve, e além disso enviaram um comunicado aos diretores de escola "ameaçando" os funcionários que estão em greve! Isso é assédio ou não??

"Todos juntos somos fortes" disse...

O sindicato tem nos orientado a gravar, filmar, registrar de alguma maneira estas práticas de assédio para que o advogado do sindicato possa entrar com processo contra as pessoas que o praticam. Temos que denunciar e fazer com que esta denuncia dê algum resultado. Hoje em dia celulares e câmeras fotográficas gravam pequenos filmes e arquivos de som. Coloque o telefone no viva voz ou grave no próprio bocal do telefone (fazendo a pessoa se identificar), para que o sindicato tome providências.